domingo, 3 de junho de 2018

DOIS LIVROS NOVOS E TERESINA

Tenho dois livros novos nas mãos. 
Poemas para Metrônomo e Vento, ed. Penalux e Desejo de Árvores e Pássaros, ed. Imeph.
São azuis em sua essência. Talvez porque eu viva mergulhada no azul aqui no mar.
Talvez porque a estrada azul dos pássaros seja a que meus pés desejam sempre.
Talvez porque o voo e a liberdade sejam o meu destino e meu desejo .
Dois bens são os mais preciosos de todos: o tempo e a liberdade.
Liberdade se aprende quando se escuta a história do outro tão diferente da nossa.
Existem tantas maneiras de existir.
E o tempo, tão escasso, tão finito, não deveríamos vender nosso tempo, mas usá-lo com amor infinito, buscar incessantemente fazer o que se ama e quando isso não for possível, fazer com amor o que não se ama.
Meus dois livros novos foram publicados por editoras pequenas(uma do interior de S.Paulo e outra de Fortaleza). As editoras pequenas são corajosas e essenciais.
A poesia é um ofício. E o livro publicado é o maior prêmio que há.
Então este ano de 2018, de tantas coisas duras, me traz livros novos, pessoas, viagens. Há que agradecer.
Dia 8 estarei em Teresina com leitores e amigos, no Salipi, a Feira de Livros.
Farei uma fala junto com o psicanalista William Amorim, nessa maravilhosa mistura de poesia e psicanálise.
É a quarta vez que vou ao Piauí! E agora levo na mala meus livros novos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário