terça-feira, 25 de junho de 2013

GOSTO NÃO SE DISCUTE

Tenho amigos de todas as idades, religiões, cores, opções sexuais, partidos políticos, gostos literários. Tenho como lema de vida aceitar opiniões diferentes da minha, amo a liberdade e a diversidade. Esta é a grande riqueza. Sou poeta, ser poeta é meu ofício. A poesia é a essência da liberdade, a poesia não admite amarras. Jamais irei agredir alguém porque não pensa como eu penso. Jamais me sentirei superior a alguém por conta das minhas convicções e jamais deixarei de dar o crédito a alguém por algo que tenha feito.

GOSTO NÃO SE DISCUTE

Eu gosto de azul,
você gosta de laranja,
eu gosto de caju,
você gosta de pitanga,
eu gosto de escuro,
você gosta de luar,
eu gosto de bosque,
você gosta de mar,
eu gosto de seda,
você gosta de algodão,
eu gosto de cão,
você gosta de gato,
eu gosto de girassol,
você gosta de jasmim,
mas o que importa
é que eu gosto de você
e você gosta de mim.

In Quem Vê Cara Não Vê Coração, ed. Callis/ Instituto Houaiss

Nenhum comentário:

Postar um comentário