sábado, 26 de outubro de 2013

DIA DAS BRUXAS

Passei um Dia das Bruxas no Canadá, em Toronto em 1972, na casa de uns amigos que tinham dois filhos de uns 7 e 8 anos. Participei da construção da abóbora. O bairro era lindo, só de casas e parecia um filme ver aquelas crianças correndo fantasiadas de bruxas e fantasmas correndo para lá e para cá pedindo doces. É uma festa deles, o Haloween nunca pegou de verdade por aqui, é uma festa de tradição celta. Milhares de mulheres foram mortas e bem queimadas por bruxaria na Idade Média, a Inquisição tinha Manuais para ajudar a reconhecê-las. Mas adoro a figura das bruxas e suas vassouras voadoras , um meio de transporte espetacular, porque silencioso e não poluente. Ser mulher é ser um pouco bruxa, já que nascemos sabendo tantas coisas, somos intuitivas e curamos com nosso amor.Peço então que ajudem a divulgar nas escolas o meu e-book A Bruxa da Casa Amarela, ( no site www.roseanamurray.com) a história de uma bruxa jardineira que inventa flores maravilhosas e vive entre dois mundos. As ilustrações do Caó são muito divertidas. Conto com vocês!

Nenhum comentário:

Postar um comentário