quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

CASA DE AVÓ

Hoje chega meu neto Luis. Estou tão feliz que daria cambalhotas, se pudesse. Casa de avó sem neto é uma casa meio vazia, faltam estrelas no teto, as paredes ficam opacas.

CASA DE AVÓ

Casa de avó
é navio pirata
em alto-mar,
estrela cadente
para sempre no ar.

Avó tem um pouco
de fada, um pouco
de árvore encantada.

Quando a avó anda,
o mundo inteiro balança,
e uma onda de amor
varre quem está junto dela.

Dentro da casa da avó,
todos os caminhos vão dar,
no país sem luar.

in Casas, ed. Formato

Nenhum comentário:

Postar um comentário