sábado, 17 de maio de 2014

SANTA MARIA DEL GIGLIO

Levamos 24 horas para chegar até a Praça Santa Maria del Giglio, aqui em Veneza, onde nos hospedamos. Era fim de tarde e a praça estava quase vazia. Nosso quarto dá para a praça que recebe seu nome da Igreja. Deitei no chão e fechei os olhos para ouvir os sons. Logo começaram os sinos e fiquei cheia de sinos.
Fomos jantar num restaurante lindo na praça, o Il Giglio. Pedimos vinho da casa , salada Caprese e sopa de abóbora. Havia uma mesa cheia de russos barulhentos, e alegres. Felizmente foram embora e poucos casais pontuavam a sala tão simples e linda. Acordo, abro a janela e a praça está aí, diante dos meus olhos, desde tanto tanto tempo. Juan saiu cedo para caminhar sozinho. Depois tomaremos café e vamos para a rua sem nenhum plano, nenhum mapa. Vamos andar o que meu corpo permitir, quando não aguentar mais, tomamos um vaporetto. É nosso primeiro dia.

2 comentários:

  1. Tudo muito lindo e é apenas o começo de sua viagem. Pensei no meu pai e de como estaria feliz por estar aí. Ele era filho de italiano.
    Bem! descanse bastante, curta bastante e escreva bastante, se for possível.
    Bjs em você e no Juan.

    ResponderExcluir
  2. Escreverei todos os dias, minha linda!

    ResponderExcluir